Globo ignora Oscar, que tem como grande vencedor o filme Gravidade

SALVE PESSOAS!!!
Na 86ª edição do Oscar, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas (AMPAS) escolheu os melhores profissionais da sétima arte e as produções que marcaram o ano. A competição realizada em Los Angeles (EUA) e uma das mais disputadas dos últimos tempos foi apresentada pela segunda vez por Ellen DeGeneres, que em um de seus momentos mais inspirados chegou a distribuir pizza entre os convidados.

12 Anos de Escravidão levou o grande prêmio da noite: o Oscar de Melhor Filme. A produção também venceu nas categorias de Melhor Roteiro Adaptado para John Ridley e Melhor Atriz Coadjuvante para Lupita Nyong'o. Esse foi o seu papel de estreia e a vitória a tornou a primeira queniana a ganhar nessa categoria. O longa mais premiado foi Gravidade, que recebeu sete estatuetas: Melhor Diretor, Melhor Fotografia, Melhor Montagem, Melhores Efeitos Visuais, Melhor Trilha Sonora Original, Melhor Mixagem de Som e Melhor Edição de Efeitos Sonoros. Com o reconhecimento, o cineasta Alfonso Cuarón é o primeiro mexicano e o primeiro latino-americano a conquistar um Oscar de Direção.

Depois de perderem juntos 32 quilos, Matthew McConaughey e Jared Leto confirmaram o favoritismo e levaram os Oscars de Melhor Ator e Melhor Ator Coadjuvante por Clube de Compras Dallas, que também conseguiu o prêmio de Melhor Maquiagem e Penteado. Como também já era esperado, Cate Blanchett foi considerada a Melhor Atriz por Blue Jasmine. Frozen - Uma Aventura Congelante venceu dois prêmios: Melhor Animação e Melhor Canção Original por “Let it Go”. Já o italiano A Grande Beleza recebeu o Oscar de Melhor Filme em Língua Estrangeira, contribuindo com a força do país na competição. A Itália já ganhou 11 vezes nessa categoria, sendo que o último prêmio foi para A Vida é Bela, em 1999. Ela, de Spike Jonze, conquistou apenas um Oscar, por Melhor Roteiro Original. Alguns longas não receberam nenhuma estatueta da Academia, como Nebraska, O Lobo de Wall Street e Trapaça, que foi indicado em dez categorias. A cerimônia também prestou a sua homenagem aos profissionais que faleceram desde a última edição, como James Gandolfini, Paul Walker, Roger Ebert, Peter O'Toole, Philip Seymour Hoffman e Harold Ramis. O diretor brasileiro Eduardo Coutinho também foi lembrado pelo evento.

Em um ano em que muitas produções foram inspiradas em histórias reais, a cerimônia resolveu homenagear os heróis que já apareceram no cinema, como Gandhi, Homem de Ferro e Shrek. Outro importante momento foi o tributo aos 75 anos de O Mágico de Oz, em que Whoopi Goldberg apareceu usando sapatinhos vermelhos, uma referência à personagem interpretada por Judy Garland. Os irmãos Liza Minnelli, Lorna Luft e Joey Luft, filhos de Garland, estavam presentes e assistiram à apresentação da artista Pink, que cantou a clássica “Over the Rainbow”.

Segue agora a lista dos vencedores:
MELHOR FILME
12 Anos de Escravidão
Capitão Phillips
Clube de Compras Dallas
Ela
Gravidade
O Lobo de Wall Street
Nebraska
PhilomenaTrapaça

MELHOR ATOR
Bruce Dern, Nebraska
Chiwetel Ejiofor, 12 Anos de Escravidão
Christian Bale, Trapaça
Leonardo DiCaprio, O Lobo de Wall Street
Matthew McConaughey, Clube de Compras Dallas

MELHOR ATRIZ
Amy Adams, Trapaça
Cate Blanchett, Blue Jasmine
Judi Dench, Philomena
Meryl Streep, Álbum de Família
Sandra Bullock, Gravidade

MELHOR ATOR COADJUVANTE
Barkhad Abdi, Capitão Phillips
Bradley Cooper, Trapaça
Jared Leto, Clube de Compras Dallas
Jonah Hill, O Lobo de Wall Street
Michael Fassbender, 12 Anos de Escravidão

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE
Jennifer Lawrence, Trapaça
June Squibb, Nebraska
Julia Roberts, Álbum de Família
Lupita Nyong'o, 12 Anos de Escravidão
Sally Hawkins, Blue Jasmine

MELHOR DIRETOR

Alexander Payne, Nebraska
Alfonso Cuarón, Gravidade
David O. Russell, Trapaça
Martin Scorsese, O Lobo de Wall Street
Steve McQueen, 12 Anos de Escravidão

MELHOR ROTEIRO ORIGINAL
Blue Jasmine, Woody Allen
Clube de Compras Dallas, Craig Borten e Melisa Wallack
Ela, Spike Jonze
NebraskaBob Nelson
Trapaça, David O. Russell e Eric Singer

MELHOR ROTEIRO ADAPTADO
12 Anos de Escravidão, John Ridley
Antes da Meia-Noite, Richard Linklater, Julie Delpy e Ethan Hawke
Capitão Phillips, Billy Ray
O Lobo de Wall Street, Terence Winter
Philomena, Steve Coogan e Jeff Pope

MELHOR FOTOGRAFIA
Gravidade, Emmanuel Lubezki
O Grande Mestre, Philippe Le Sourd
Inside Llewyn Davis: Balada de um Homem Comum, Bruno Delbonnel
Nebraska, Phedon Papamichael
Os Suspeitos, Roger A. Deakins

MELHOR MONTAGEM
12 Anos de Escravidão, Joe Walker
Capitão Phillips, Christopher Rouse
Clube de Compras Dallas, John Mac McMurphy e Martin Pensa
Gravidade, Alfonso Cuarón e Mark Sanger
Trapaça, Jay Cassidy, Crispin Struthers e Alan Baumgarten

MELHORES EFEITOS VISUAIS
Além da Escuridão – Star Trek, Roger Guyett, Patrick Tubach, Ben Grossmann e Burt Dalton
O Cavaleiro Solitário, Tim Alexander, Gary Brozenich, Edson Williams e John Frazier
Gravidade, Tim Webber, Chris Lawrence, Dave Shirk e Neil Corbould
O Hobbit: A Desolação de Smaug, Joe Letteri, Eric Saindon, David Clayton e Eric Reynolds
Homem de Ferro 3, Christopher Townsend, Guy Williams, Erik Nash e Dan Sudick

MELHOR TRILHA SONORA ORIGINAL
Ela, William Butler e Owen Pallett
Gravidade, Steven Price
A Menina Que Roubava Livros, John Williams
Philomena, Alexandre Desplat
Walt nos Bastidores de Marry Poppins, Thomas Newman

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
“Happy”, Meu Malvado Favorito 2 (Música e letra de Pharrell Williams)
“Let it Go”, Frozen - Uma Aventura Congelante (Música e letra de Kristen Anderson-Lopez e Robert Lopez)
“The Moon Song”, Ela (Música de Karen O; Letras de Karen O e Spike Jonze)
“Ordinary Love”, Mandela: Long Walk to Freedom (Música de Paul Hewson, Dave Evans, Adam Clayton e Larry Mullen; Letras de Paul Hewson)

MELHOR FILME EM LÍNGUA ESTRANGEIRA
Alabama Monroe (Bélgica)
A Caça (Dinamarca)
A Grande Beleza (Itália)
A Imagem que Falta (Camboja)
Omar (Palestina)

MELHOR DOCUMENTÁRIO
A Um Passo do Estrelato
O Ato de Matar
Cutie and the Boxer
Guerras Sujas 
The Square

MELHOR ANIMAÇÃO
Os Croods
Ernest & Celestine
Frozen - Uma Aventura Congelante
Meu Malvado Favorito 2
Vidas ao Vento

MELHOR CURTA DE ANIMAÇÃO

Feral, de Daniel Sousa e Dan Golden
Get a Horse!, de Lauren MacMullan e Dorothy McKim
Mr. Hublot, de Laurent Witz e Alexandre Espigares
Possessions, de Shuhei Morita
Room on the Broom, de Max Lang e Jan Lachauer

MELHOR MIXAGEM DE SOM
Capitão Phillips, Chris Burdon, Mark Taylor, Mike Prestwood Smith e Chris Munro
Gravidade, Skip Lievsay, Niv Adiri, Christopher Benstead e Chris Munro
O Hobbit: A Desolação de Smaug, Christopher Boyes, Michael Hedges, Michael Semanick e Tony Johnson
Inside Llewyn Davis: Balada de um Homem Comum, Skip Lievsay, Greg Orloff e Peter F. Kurland
O Grande Herói, Andy Koyama, Beau Borders e David Brownlow

MELHOR EDIÇÃO DE EFEITOS SONOROS
Até o Fim, Steve Boeddeker e Richard Hymns
Capitão Phillips, Oliver Tarney
Gravidade, Glenn Freemantle
O Hobbit: A Desolação de Smaug, Brent Burge
O Grande Herói, Wylie Stateman

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
12 Anos de Escravidão, Adam Stockhausen (Design de Produção); Alice Baker (Decoração de Set)
Ela, K.K. Barrett (Design de Produção); Gene Serdena (Decoração de Set)
O Grande Gatsby, Catherine Martin (Design de Produção); Beverley Dunn (Decoração de Set)
Gravidade, Andy Nicholson (Design de Produção); Rosie Goodwin e Joanne Woollard (Decoração de Set)
Trapaça, Judy Becker (Design de Produção); Heather Loeffler (Decoração de Set)

MELHOR FIGURINO
12 Anos de Escravidão, Patricia Norris
O Grande Gatsby, Catherine Martin
O Grande Mestre, William Chang Suk Ping
The Invisible Woman, Michael O'Connor
Trapaça, Michael Wilkinson 

MELHOR MAQUIAGEM E PENTEADO
O Cavaleiro Solitário, Joel Harlow e Gloria Pasqua-Casny
Clube de Compras Dallas, Adruitha Lee e Robin Mathews
Vovô Sem Vergonha, Stephen Prouty

MELHOR CURTA-METRAGEM
Aquel No Era Yo (That Wasn't Me), de Esteban Crespo
Avant Que De Tout Perdre (Just Before Losing Everything), de Xavier Legrand e Alexandre Gavras
Helium, de Anders Walter e Kim MagnussonPitääkö Mun Kaikki Hoitaa? (Do I Have to Take Care of Everything?), de Selma Vilhunen e Kirsikka Saari
The Voorman Problem, de Mark Gill e Baldwin Li

MELHOR DOCUMENTÁRIO DE CURTA-METRAGEM
CaveDigger, de Jeffrey Karoff
Facing Fear, de Jason Cohen
Karama Has No Walls, de Sara Ishaq
The Lady in Number 6: Music Saved My Life, de Malcolm Clarke e Nicholas Reed
Prison Terminal: The Last Days of Private Jack Hall, de Edgar Barens

Com informações de Cinema em Cena

Postagens mais visitadas