Após mobilização na internet, Nostalgia continua no ar (por enquanto)

SALVE PESSOAS!!!
O Nostalgia fica no ar. Esse é o resultado de conversas realizadas nos últimos dias com representantes da Warner, da Fox e do Youtube. Após levar três strikes (notificação relacionada à direitos autorais), o canal brasileiro de vídeos humor não será fechado, muito menos precisará migrar de endereço. A sua "salvação" veio com a retirada de uma notificação da Warner – que havia realizado um strike em dezembro de 2013, após o canal utilizar, por mais de 15 segundos, imagens do desenho das Meninas Superpoderosas. Como são necessários 3 strikes para o Youtube retirar um canal do ar, o Nostalgia, por hora, está salvo. O dono do canal, o blogueiro Felipe Castanhari, também reuniu-se com representantes da Fox, que prometeu seguir a Warner e retirar duas notificações. Nos últimos dias, as páginas das redes sociais da televisão americana receberam diversas mensagens a favor da permanência do Nostalgia.
Em troca, Castanhari precisou redigir uma declaração afirmando que não utilizaria mais imagens das televisões em seus vídeos – uma de suas séries mais famosas, que brincava com os Simpons, foi suspensa. A Warner também solicitou a retirada do vídeo das Meninas Superpoderosas. O episódio mobilizou a internet nos últimos dias – diversos blogueiros, personalidades (Rafinha Bastos, por exemplo) e outros canais do Youtube manifestaram apoio ao Nostalgia e pressionaram as televisões por uma solução. Muito discutiu-se sobre direitos autorais e qual é o limite de uso de imagens de terceiros em vídeos no Youtube. O que os blogueiros brasileiros alegaram é que as notificações são unilaterais – uma vez dado o strike, é difícil estabelecer um diálogo com a empresa notificadora. Após receber a resposta positiva, Castanhari não perdeu tempo e já voltou a produzir vídeos. Abaixo, ele comemora a permanência do canal e explica toda a polêmica da última semana:


Fonte: Época Negócios

Postagens mais visitadas